Edição 307 | Junho/17

Home/ Revista/ Edição 307


Clique para ver a versão impressa [+]
06/07/2017 14:50

Inverno animal

Saiba que cuidados devem ser tomados para evitar doenças nos pets na época mais fria do ano

Divulgação
O inverno chegou e com ele aumentam os cuidados com os pets. “Filhotes e idosos são mais vulneráveis a problemas relacionados ao frio”, explica a veterinária do Pet Star, Simone Padoim que alerta para os principais cuidados com os animais domésticos nesse período que costuma ser de temperaturas baixas:

Vacinação - prevenir é cuidar! Os cães devem receber a vacina da gripe que previne a tosse dos canis que têm como sintomas tosse seca, espirros, falta de apetite e apatia. A transmissão se dá de forma semelhante a gripe humana, por contato direto ou pelo ar. Já os gatos devem ser vacinados para prevenir a Rinotraqueite, caracterizada por espirros, secreção nasal e ocular e apatia e que, se não tratada, pode evoluir para uma Pneumonia.

Situações Especiais - Os pets idosos com problemas articulares devem receber atenção especial nesse período. “Evite friagem e converse com o veterinário sobre suplementação com minerais e aminoácidos. Terapias alternativas podem ajudar a minimizar as dores que pioram no frio”, enfatiza Simone. “Os pets baquicefálicos (focinho curto) como pugs, buldogues e shitas, sofrem mais no inverno, devido ao clima seco, favorecendo o desconforto respiratório, por isso, é importante utilizar um umificador para auxiliar no conforto respiratório” completa a especialista.

Banho - Dê preferência ao banho dado nos pet shops, para garantir que os pelos do animail fiquem bem secos e sejam escovados adequadamente, além é claro da limpeza correta do ouvido.
Tosa - A dica é deixar a pelagem mais longa para auxiliar a manutenção da temperatura. Contudo é preciso ficar atento pois pelos longos necessitam de banhos com profissional especializado e escovação diária para evitar nós que favorecem problemas de pele.

Roupas - São bem vindas para cães de pelo curto mas certifique-se que estejam do tamanho correto.

Temperatura - Pets que permanecem fora de casa não podem ficar expostos a chuva e vento. “Ofereça uma casinha com acessórios para aquecer (cobertor, manta)”, recomenda a veterinária do Pet Star. Para aqueles que vivem dentro de casa, ofereça uma caminha para evitar o contato com o chão frio.

Pet Star
R. Emília Marengo, 16
F: 2673.2691 / 2097.0207